quinta-feira, 20 de agosto de 2015

História das ruas de São Gotardo - parte 2



A seguir conheça um pouco sobre a biografia de figuras importantes que dão nome a ruas de São Gotardo
Avenida Prefeito Erotides Batista

A Avenida Prefeito Erotides Batista tem seu início na Praça Cyro Franco, dirige-se em direção à saída para a cidade de Matutina. É na realidade a via escoadora para Matutina. Nela situam-se a Godiva, revendedora da Volkswagen; Tapeçaria do Valdevino; Marcenaria do Gerson, Posto de Gasolina Alpha-2.
O Sr. Erotides era natural de Sacramento, tendo nascido em 9 de março de 1919. Passou sua infância e adolescência em Patrocínio. Cursou o Ginásio no Colégio Arnaldo.
Quando estava em construção o Hospital Pio XII, deu um grande apoio financeiro, através do Banco Comércio, no qual atuava. Ele acreditava e apoiava as realizações nas quais visse futuro.

Avenida Vereador Antônio Inácio da Silva

A avenida Vereador Antônio Inácio tem seu início na ponte em frente à Estação Rodoviária, que faz ligação ao Bairro do Taquaril. Toma direção ascendente, para esse bairro, termina quando inicia a estrada que vai para o Distrito de Abaeté dos Venâncios. Antigamente era uma antiga estrada de carros de bois, sempre com muita erosão por causa das enxurradas, e nas suas beiras iam surgindo inúmeros barracões, sem nenhuma infraestrutura.
O Sr. Antônio Inácio de Oliveira nasceu em 1939 e faleceu em 21 de junho de 1992 em lamentável acidente automobilístico. Faleceram, no momento do acidente, ele e seu filho Elicio, com 22 anos. D. Teresinha Maria da Silva, sua esposa, gravemente ferida, nunca mais andou e faleceu 5 anos depois em consequência de sequelas das lesões no acidente.

Praça Cyro Franco

A praça Cyro Franco fica na zona comercial, no alto da cidade. É uma praça estritamente comercial: nela se situam inúmeros estabelecimentos comerciais como o Autopeças Fusca, Autoelétrica São Gortado, Dipel, Líder Autopeças, Agromen e outras.
Cyro Franco foi o prefeito de São Gotardo no período de 1954 a 1958, eleito pela coligação PSD-UDN, sendo seu substituto José Caetano Ribeiro, eleito em 1958.
Cyro Franco nasceu em 4 de dezembro de 1922, e pertenceu a uma das mais antigas e tradicionais famílias de São Gotardo. Casado com D. Santa (Conceição Cardoso Franco), teve 11 filhos. Era filho de João Cardoso Franco. Cyro Franco iniciou-se sua vida comercial negócios com gado, depois passou a lidar com café, até 1965.

Rua Bento Ferreira dos Santos

A Rua Bento Ferreira dos Santos antigamente se chamava Rua Benedito Valadares. Tanto um como o outro eram da ditadura.
É a rua mais importante de São Gotardo, embora tenha somente dois quarteirões. Inicia-se na Praça São Sebastião e termina na Praça dos Sagrados Corações. Nela encontra-se o forte do comércio de São de Gotardo.
Nela situam-se a Casa das Alianças, Cartório do 1* Ofício, Lanchonete Ponto Certo, Passo a Passo calçados, Liege Modas e dentre vários outros estabelecimentos. Não há muitos relatos da vida de Sr. Bento Ferreira, apenas que terminou seu mandato muito pobre.

Rua Cel. Fonte Boa

A Rua Cel. Fonte Boa tem início na Rua D. Silvério, no Alto da Bela Vista (Papagaio), bem em frente à Escola Estadual Cel. Oscar Prados. Nela situam-se o Hospital Pio XII, Laboratório Pio XII e Farmácia Santa Terezinha.
O Cel. Antônio Lopes Fonte Boa nasceu em 21 de março de 1879, em São José das Perobas. Filho de José Manoel Fonte Boa e Clementina Laurinda Rodrigues da Silva. Ele morreu pobre, em junho de 1933. A prefeitura mandou erguer um túmulo no cemitério local com solene epitáfio: "Ao Cel. Fonte Boa, o município de São Gotardo agradecido."

Rua Cel. Frederico Coelho

O Cel. Frederico Coelho era filho João Duarte Coelho, que foi Presidente do Concelho (com c) Distrital de São Gotardo, quando pertencíamos ao Termo de Carmo do Paraíba. Mas a história não se preocupa em saber de onde veio o homem, e sim o que ele faz ou fez, como participou e produziu, como agente de história na sua sociedade.
Após vários anos vivendo de negociando com café, em São Gotardo, mudou-se para Patrocínio, onde chegou a prefeito. Daí para frente, foi nomeado prefeito pela intervenção estadual (com Getúlio), em 1931.
Na Rua Cel. Federico Coelho localizam-se o Restaurante do Wado, o Posto Zema, a agência do Banco Bradesco, etc.

Rua D. Silvério

Essa rua situa-se no Bairro Alto Bela Vista ou Papagaio. Tem início na rua João Gonçalves Filho, percorre toda a parte média do bairro em sentido horizontal, terminando no mata-burro que entra para o pasto que já foi do Sr. José Domingos. Nela se localizam a Escola Estadual Coronel Oscar Prados e o Supermercado Faria
D. Silvério Gomes Pimenta nasceu em Congonhas, em torno de 1840. De origem humilde, era descendente de escravos, portanto de pele muito escura, ficou órfão muito cedo, uma criança desvalida.
Silvério tomaria conta da cavalariça do Bispo D. Viçoso no Seminário de Mariana. Todas as vezes que esse precisasse sair a cavalo, principalmente para o serviço episcopal, única condução da época, esse deveria estar prontamente arrumado por Silvério, que se mostrava muito eficiente. Sua eficiência aparecia também nos estudos que D. Viçoso lhe proporcionava. Afinal, conseguiu, em 20 de julho de 1862, ser ordenado padre, em Sabará.
Ele foi o nono bispo de Mariana e Maior em Mariana; passou depois de aluno a professor do Seminário. Poliglota, era dotado de grande cultura, grego, latim, hebraico eram com ele mesmo. Ganhou cedo a reputação de ser o mais ilustre sacerdote de Minas Gerais.

Rua Dr. Joaquim do Santos Siqueira

A rua Dr. Joaquim do Santos Siqueira é uma rua muito importante em São Gotardo. É onde está sendo construída a nova agência SICOOB.
O Dr. Joaquim do Santos Siqueira nasceu em Bocaiúva, norte de Minas Gerais, em 19 de fevereiro de 1912. Fez seus estudos em Belo Horizonte, onde morou com o tio J. Trajano dos Santos. Formou-se pela Faculdade de Medicina da U.F.M.G, em 1941. Casou-se em 19 de fevereiro de 1943. Dr. Joaquim dos Santos Siqueira exerceu a profissão médica em São Gotardo por 27 anos, falecendo em abril de 1968. Tinha um estabelecimento hospitalar chamando ''Casa de saúde São José ''. Foi pioneiro, o introdutor da cirurgia em São Gotardo, trabalhando dentro de normas em tecnologias muito limitadas, concordes com o tempo.

Rua Frei Paulino

Era Frei Paulino portador de qualidades espirituais que o credenciaram a valoroso apóstolo da religião. Na freguesia de São Gotardo foi construtor das varandas laterais da Igreja da Confusão; foi pioneiro batalhador da construção do antigo cemitério (na Praça Sagrados Corações, onde fica hoje Igreja Matriz).
Elevou em frente da antiga igreja, hoje demolida, na praça São Sebastião, o cruzeiro de madeira aroeira, do qual pedem a torquês e o martelo simbolizando os instrumentos do martírio de Jesus. Esse cruzeiro sustentava a data de 1873 e a legenda de J.N.R.J. Depois da construção do prédio Fórum-cadeia, a Rua Frei Paulino passou a se chamar Rua Detrás da Cadeia, porque ficava atrás daquele prédio.

Pesquisa: Igor Rodrigues de Sá, Igor Steve Silva Oliveira e Vinícius Henrique de Oliveira, 3º ano 03.


Fonte: PESSOA, José. Raízes de São Gotardo. Graf Zardo, Out. 2001.

Nenhum comentário:

Postar um comentário